ABPA na Mídia






21/11/2017

Posicionamento da ABPA sobre suspensão da importação de carne suína pela Rússia

NOTA À IMPRENSA

Posicionamento da ABPA sobre suspensão da importação de carne suína pela Rússia

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), entidade que representa a avicultura e a suinocultura do Brasil, recebe com preocupação a decisão do Serviço Federal Sanitário e Fitossanitário da Rússia (Rosselkhoznadzor) sobre a suspensão da importação de carne suína nacional.

 

A suinocultura brasileira trabalha seguindo os princípios de qualidade e sanitários exigidos pelos diversos países, como é o caso da Rússia e os mais de 70 mercados importadores do produto do Brasil.   

Neste sentido, a ABPA confia no trabalho do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), sob a liderança do Ministro Blairo Maggi, para o pleno e rápido esclarecimento, retomando em breve os embarques.

As agroindústrias associadas à ABPA respeitam a legislação sanitária da Rússia e dos demais mercados com os mesmos critérios, e subsidiarão o MAPA com as informações dos pontos que se façam necessários.  O setor está seguro sobre as características de seu produto, e garante que a produção de carne suína embarcada não utiliza ractopamina.