ABPA na Mídia






04/07/2013

SIAV promove debate sobre avicultura e saúde pública

São Paulo, 4 de julho de 2013 – A prevenção e o controle dos riscos relacionados às infecções causadas por Salmonellas são uma das maiores preocupações do setor. Para discutir o tema, o Salão Internacional da Avicultura (SIAV), entre 27 e 29 de agosto de 2013, no Anhembi, em São Paulo (SP), promoverá o painel “Avicultura e saúde pública”.
Participam desse encontro, que será moderado pela professora da Universidade Federal Fluminense (UFF), Simone Machado, as pesquisadoras Dália dos Prazeres, da Fiocruz/RJ, que vai abordar a prevalência de novos sorovares de Salmonella no Brasil, e Fernanda Marques, da UNIFESP/SP, que falará sobre ferramentas para rastreamento epidemiológico de Salmonella e marcadores de genes de resistência antimicrobiana.
“A inocuidade dos alimentos, pré-requisito mais importante para produção e comercialização de alimentos no mundo inteiro, é reponsabilidade e compromisso da cadeia produtiva com seus clientes e consumidores. As palestras desse painel foram selecionadas para tratar dos temas de maior relevância para a saúde pública em relação ao consumo de produtos avícolas, e que desta forma demandam o entendimento do status atual no Brasil e no mundo, assim como as diretrizes e metas possíveis das medidas preventivas e de controle aplicáveis não somente na cadeia produtiva, mas do campo à mesa”, afirma Simone Machado.
Ainda neste painel, um dos destaques será a apresentação das diretrizes para aplicação de planos de monitoramento de Campylobacter baseadas em risco. Para abordar o tema, foi convidado o pesquisador Jens Kirk Andersen, que é Ph.D. em Ciências Veterinárias, Microbiologia pelo Instituto de Microbiologia Veterinária, da Universidade Real Veterinária e Agrícola, em Copenhague (Dinamarca) e conselheiro sênior da Divisão de Segurança Microbiológica do Instituto Nacional de Alimentos, na Universidade Técnica da Dinamarca, que é referência no controle de Campylobacter. 
Segundo Ariel Mendes, diretor de Produção da União Brasileira de Avicultura (UBABEF) e diretor da Programação Científica do Congresso, é importante salientar também a presença de John Cason, Ph.D. pela Universidade de Georgia e que atua no Serviço de Pesquisa Agrícola / USDA e no Centro de Pesquisa Russell, em Athens, Georgia (EUA), onde é especialista em estudos sobre Salmonella e outras bactérias durante o processamento de aves. Cason fará uma apresentação focada na quantificação de Salmonellas relacionadas com toxinfecções alimentares.
A UBABEF é a organizadora do SIAV, o mais importante encontro do setor avícola brasileiro, e que terá como tema “Valor agregado: novos caminhos para a inovação avícola”. O evento somará em sua programação o 23º Congresso Brasileiro de Avicultura e a maior feira do setor avícola brasileiro, com mais de 100 empresas expositoras de todas as áreas da cadeia produtiva.
Saiba mais pelo site www.ubabef.com.br/siav.